terça-feira, 17 de abril de 2007

Ivan Lessa: Fãs-bomba explodirão?

Que artigo ruim: mal pesquisado, cheio de exageros sensacionalistas, cheio de preconceitos e lugares comuns!

Que Iraque que nada. O perigo ronda é a Grécia
Por IVAN LESSA
Autoridades britânicas e gregas, e até mesmo australianas (os australianos vivem se metendo onde não foram chamados) estão assustadíssimas com a possibilidade de que a final do torneio da Liga dos Campeões venha a se transformar numa peleja disputada (para usar de um eufemismo) por dois times ingleses.
E que times ingleses! O Manchester United e o Liverpool, uma espécie de Fla-Flu do futebol destas ilhas. Fla-Flu! Por certo, perdi o senso. Não, não. Uma espécie de xiitas versus sunitas do Reino Unido.
São ferrenhos inimigos mortais, já que o futebol é o esporte das multidões, as multidões são ignorantes e as redundâncias passam despercebidas, tanto pela geral quanto pela arquibancada e até mesmo a tribuna de honra.
A Uefa, entidade que regula, na medida do possível, essas coisas, o tal do futebol, como insistem em chamar, já está às voltas com o que chamam de "nightmare scenario", que a maior parte dos brasileiros, talvez por viverem em sua maioria num pesadelo, preferem traduzir por "cenário pesadelo" e esta besta aqui que vos escreve insiste em chamar de "possibilidade pesadelo".
A partida final está marcada para Atenas e deverá ter lugar mês que vem, maio. Três equipes inglesas estão no páreo. As já mencionadas mais a "equipa" do Chelsea, que assim poderíamos chamar, já que seu técnico é um português, o José Mourinho, que adora pegar uma manchete de jornal, insiste em propalar sua condição de figurinha difícil.
Como se chegará às vias do fato
Na semana passada, 3 times da chamada Premiership, ou Primeira Divisão, obtiveram essa distinção de chegar às semi e às finais.
Semana passada foi quando o pau rolou violentamente quando o Manchester United jogou com o Roma, já tendo rolado um pouquinho menos no primeiro jogo com os italianos, lá na terra deles, que muitos chamam de "Itália". Pobre dos policiais que ficaram com o braço direito dolorido de tanto baixar o cacete em "fã exaltado".
Torcedor do Manchester United, ou de 99% dos times ingleses, você pode cair de cassete na cuca que eles não sentem absolutamente nada. Aquele sangue inclusive é molho de tomate, conforme todos sabem.
O que não se pode negar, embora a Uefa e os atenienses bem que gostariam de negar, é que o Manchester United e o Liverpool contam com a mais truculenta legião de fãs deste e de muitos outros países.
Para dar um plá: quando, em 2005, o Liverpool ergueu a taça cheia de sangue – sangue de verdade – na pobre da cidade de Istambul, na Turquia, eram 35 mil o número de fãs, ou torcedores, que haviam feito a viagem desde lá os confins de Merseyside, pertinho de Manchester, até a pitoresca capital turca, que já foi Constantinopla, tendo mudado de nome para evitar pedreiro e torneiro-mecânico em férias ou viagem de recriação futebolística.
O pau comeu em 2005? Perguntem a macaco de dois anos atrás se quer banana.
300? 11?
Os atenienses, já com problemas para obter de volta os chamados frisos de mármore Elgin, que outros ingleses trouxeram para o Reino Unido, agora vão ter que rezar para que, na pior das hipóteses (ou "worst case scenario", "pior cenário", confere?), venha apenas uma equipe inglesa para disputar a renhida, renhidíssima contenda.
Em 2005, 35 mil "liverpudlians" (vamos chamar logo de "liverpudlianos", que soa mal à beça) deram sua chegada à final em Istambul e, até agora, ainda não terminaram as obras de reconstrução da cidade e a recuperação dos cidadãos em estado de choque.
Teme-se mesmo, em caso de derrota "liverpudliana", a auto-explosão em massa dos torcedores mais exaltados. Eu, se fosse turco, ficaria em casa no dia do jogo.
Vitória ou derrota, seja lá de quem for, e o Iraque em peso vai parar com essa bobagem de se "insurgir" para acompanhar o, para eles e muito fanático de boa cepa, jogaço nas telinhas de televisão.
http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2007/04/070416_ivanlessa_tp.shtml

Encontrei o artigo no blog do Juca. Seguem alguns comentários dos leitores dele:

[joaobayeux] [SP] Ué e contra os milanistas não tem risco algum ? Não houveram brigas de ingleses contra romanos ?17/04/2007 10:39
[andretartaglia] [Espírito Santo do Pinhal - SP Brasil] Depois que a UEFA puniu os clubes ingleses, proibindo de jogar suas competições em meados dos anos 90, esta se organizou e os chamados hooligans agora só aparecem em jogos de times ingleses ou da seleção inglesa contra times e seleções de outros países, se eles querem ter paz, tem que torcer para o manchester, porque se for o milan vai ter pancadaria na certa, hoje essa frase vale inglês não briga com inglês, como texto mesmo deu exemplos Milan x Liverpool, Manchester x Roma, agora quando foi a última vez que você viu duas torcidas inglesas quebrando o pau uma com a outra?17/04/2007 10:28
SGODOY] [Floripa] A ideia central do texto apenas descreve um sensacionalismo desagradavel e cliche... mas a maneira como foi escrito ficou excelente! A (falta de) concatenação das ideias se deu de maneira bastante original (eu nunca vi similar)... ....eu diria ateh artistica! muito bom!! excelente!!17/04/2007 09:27
[wilson_mosca] [SP] Alguns comentários: 1) NADA acontecerá dentro do estádio, 2) No último jogo contra a Roma, mais uma vez a polícia mostra que sabe tanto quanto a brasileira. Erro de estratégia total de deixar que 2 mil romanos ficassem cercados pelos ingleses ao lado do estádio. 3) Os que irão de avião (que serão a maioria, já que as passagens são muito baratas (45 euros)são fáceis de controlar, precisarão mostrar a identidade para sair da Inglaterra, fácil pegar os já fichados como desordeiros e impedir a viagem. 4) Os que irão de trem, apesar de livre acesso à Europa continental, passarão por diversas fronteiras, onde terão de mostrar a identidade, fácil barrar na entrada da grécia. 5) Mas que as autoridades Inglesas estão muito felizes do jogo não ser no Reino Unido, lá isto estão...17/04/2007 08:39
[lgc_oliveira] [sc] Que texto ruim!!! Mal escrito, sem concatenação de idéias... E o pior é que o cara deve achar que escreve muito...17/04/2007 08:35

Um comentário:

Leonardo disse...

Bom, o cara é péssimo, deveria ser proibido de publicar o que escreve, mas ao menos é sincero. Senão, vejamos o que ele diz numa das passagens do seu texto:

e esta besta aqui que vos escreve

O cara pode não ter noção de futebol e de eventos de massa, mas ao menos tem auto-consciência e auto-crítica... Ou ao menos muita auto-indulgência.