segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Volante acusa parte da torcida de racismo

Segundo Júlio César, grupo de torcedores alviverdes o xingou de 'macaco' após expulsão

GLOBOESPORTE.COM Caxias do Sul , 05/08/2007 - 22h03m - Atualizado em 05/08/2007 - 22h59m

http://globoesporte.globo.com/ESP/Noticia/0,,MUL83374-4412,00.html

O volante Júlio César, do Juventude, diz ter recebido ofensas racistas de um pequeno grupo de torcedores alviverdes durabte a derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG, na tarde deste domingo, no Estádio Alfredo Jaconi, pela 17ª rodada do Brasileirão 2007 . Segundo o jogador, cerca de três torcedores o xingaram de "macaco' enquanto ele se dirigia aos vestiários, após levar cartão vermelho. A assessoria do clube confirmou por telefone.

- Depois da expulsão, um grupo de torcedores me xingou de 'macaco'. Até aceito que me xinguem, mas não podem me xingar de macaco. Têm que ter mais respeito pela gente - disse o meia.

Um comentário:

Paulo Rená disse...

O preconceito ainda existe. Por esses episódios é que casos como o do Grafite não podem ser menosprezados. Uma pena.