quinta-feira, 31 de maio de 2007

Hino do RS embala torcedores gremistas

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2007/05/31/ult59u122041.jhtm

Simone Iglesias, Da Folhapress, Em Porto Alegre

Uma torcida inquieta e barulhenta, que não se calou durante os 90 minutos de partida e não se preocupou só em hostilizar o adversário em campo. As vaias do Grêmio se dirigiram também ao Internacional, seu maior rival, e a Pelé, que imortalizou a camisa 10 santista.
O frio de 9ºC não conseguiu calar os gremistas que encheram o Olímpico. O hino do Rio Grande do Sul, tocado no estádio durante a partida, foi o grito de guerra que incentivou os donos da casa. O trecho "sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra" foi cantado pela torcida, que viu, já no primeiro tempo, a partida ser decidida por Tcheco e Carlos Eduardo.
Os 2.000 torcedores do Santos, no começo, tentaram incentivar o time -tiveram os gritos abafados pelos gaúchos. Após os gols, resignaram-se e permaneceram sentados.

Um comentário:

Chico disse...

E o Ávalos declarou que tentou avisar o Adaílton na hora do segundo gol que vinha "ladrão", mas o barulho da torcida não deixou que ele fosse ouvido.